Blog do Stevens Rehen

Um dos artigos mais completos sobre preprints que já li

Stevens Rehen

As editoras tem uma receita anual de 24 bilhões de dólares vendendo o conhecimento gerado nas universidades e instituições de pesquisa.

Na área biomédica só 1% dos trabalhos acadêmicos é compartilhado como preprint. Na Física são 70%.

Com o apoio da Chan Zuckerberg Initiative, um preprint no BioRxiv já pode ser submetido facilmente para um conjunto de 100 revistas acadêmicas.

Jeffrey Beall acredita que os preprints serão a maneira de varrer do mapa as chamadas revistas predatórias (eu também acredito!).

Cell Press diz uma coisa mas faz outra.

Na Wired, um dos artigos mais completos sobre preprints que já li.

https://www.wired.com/story/biologys-roiling-debate-over-publishing-preprint-research-early/amp